Dokumenta: mostra de documentários será realizada de 20 a 23 de março

A produtora Kinopus promove de 20 a 23 de março de 2018 a primeira edição da DOKUMENTA, mostra de cinema dedicada a produções de não-ficção e filmes-ensaio. Idealizada pelo cineasta Rodrigo Grota, a mostra tem como objetivo a criação de um espaço privilegiado em Londrina para a reflexão sobre o cinema e suas formas expressivas. Serão exibidos 9 filmes, entre curtas, médias e longas, ao longo de quatro dias: todas as sessões são acompanhadas por um debate, contam com entrada franca, e serão realizadas no Centro Cultural Sesi (Praça 1º de Maio, 130, Centro), em Londrina.

A ideia da mostra surgiu de uma observação sobre a produção recente de filmes na cidade: “Começamos a notar que nos últimos anos Londrina tem produzido muito mais filmes de ficção. No último edital lançado pelo Governo do Paraná, dos 8 projetos aprovados de Londrina, 7 são ficcionais e apenas um de caráter documental. Pensando no contexto histórico, o cinema surgiu na cidade a partir da obra do documentarista Hikoma Udihara, que filmou Londrina por mais de três décadas. Além disso, a UEL conta com um curso de jornalismo tradicional e muito bem avaliado. Dessa forma, queremos estimular que um público maior se interesse pela linguagem do documentário e que mais realizadores de não-ficção possam surgir em nosso contexto local”, explica Rodrigo Grota.

A DOKUMENTA é uma iniciativa independente que surge principalmente do prazer de assistir a filmes e conversar sobre eles: “Nosso foco maior sempre foi produzir, mas também apreciamos o hábito de poder assistir a um filme em tela grande, sala escura, e depois comentá-lo com o público e amigos mais próximos. Nesse sentido, desde 2015 a Kinopus mantém um cineclube no Sesi, e em 2016 realizamos uma Mostra com os filmes do Buster Keaton em Curitiba”, avalia Guilherme Peraro, um dos produtores da DOKUMENTA.

Entre os filmes a serem exibidos nesta primeira edição estão Sem Sol, o clássico filme-ensaio de Chris Marker; dois exemplos de cinema direto focados em campanhas políticas para a presidência – Primárias, de Robert Drew, que observa a trajetória de Kennedy; e Entreatos, de João Moreira Salles, que lança luz sobre a eleição de Lula em 2002. Há também espaço para clássicos do documentário norte-americano, como Grey Gardens e On the Bowery, além de dois médias-metragens franceses: Noite e Neblina, de Alain Resnais, e La Jetée, de Chris Marker. Um dos destaques da DOKUMENTA é uma sessão homenagem para o documentarista londrinense Luciano Pascoal, que vai exibir e comentar quatro dos seus filmes, incluindo Solar Tatto, uma rara produção realizada em Cuba em 1995.

Todas as sessões contam com convidados especiais que irão comentar o filme junto ao público. Confiram a programação completa:

// Dia 20/03, terça
19h30 _ Sem Sol (1983, 100 min), de Chris Marker
Comentários dos pesquisadores Diego Giménez e Gustavo Ramos de Souza, ambos do curso de Letras da UEL
Classificação indicativa: 16 anos

// Dia 21/03, quarta
17h _ Noite e Neblina (1956, 32 min), de Alain Resnais + La Jetée (1962, 28 min)
Comentários de João Pedro Mussato e João Vítor Moreno, críticos de cinema
Classificação indicativa: 12 anos

19h30 _ Archibaldo: Cinema e Vestígios (2017, 13 min) + Solar Tatto (1995, 31 min)
Comentários de Luciano Pascoal, diretor dos filmes, jornalista, fotógrafo e professor da Pós em Cinema da Pitágoras
Classificação indicativa: 16 anos

// Dia 22/03, quinta
17h _ Primárias (1960, 60 min), de Robert Drew
Comentários de Auber Silva, jornalista e realizador
Classificação indicativa: 12 anos

19h30 _ Entreatos (2004, 117 min), de João Moreira Salles
Comentários de Alberto Klein, professor do curso de Jornalismo da UEL
Classificação indicativa: 12 anos

// Dia 23/03, sexta
17h _ On the Bowery (1956, 65 min), de Lionel Rogosin
Comentários de Carlos Fofaun Fortes, diretor de cinema, formado em Filosofia
Classificação indicativa: 16 anos

19h30 _ Grey Gardens (1975, 94 min), de Albert Maysles, David Maysles, Ellen Hovde e Muffie Meyer
Comentários de Thiago Ramari, professor do curso de Jornalismo da UEL
Classificação indicativa: 14 anos

DOKUMENTA 01 – Mostra de filmes de não ficção & ensaio
De 20 a 23/03 de 2018
Centro Cultural Sesi (Praça 1º de Maio, 130, Centro), em Londrina
Entrada franca em todas as sessões (sujeito à lotação do espaço)
Idealização e Curadoria: Rodrigo Grota
Produção e Mediação: Guilherme Peraro & Rodrigo Grota
Apoio Cultural: Sesi Cultura Londrina
Realização: Kinopus

Advertisements

Mostra Sesc de Cinema – Edição Londrina

Screen shot 2014-04-28 at 08.50.05

A Mostra Sesc de Cinema – Edição Londrina oferece ao público a chance de conhecer mais de 40 filmes produzidos ao longo dos 80 anos da cidade. Pela primeira vez, o público poderá conferir lado a lado a obra de cineastas pioneiros como Hikoma Udihara, Orlando Vicentini, Lorenzo Izquierdo, assim como trabalhos mais recentes produzidos por uma nova geração formada por Caio Cesaro, Guilherme Peraro, Rodrigo Grota, Bruno Gehring, Anderson Craveiro, Luciano Pascoal, Artur Ianckievicz e Luis Mioto, entre outros.

A Mostra se divide em sessões temáticas: Londrina Histórica, Londrina em Película, Londrina Documental, Londrina Sombria, Londrina Sonora, Londrina Contemporânea e Londrina Imaginária. Há também espaço para filmes destinados ao público infanto-juvenil, assim como documentários de longa-metragem focados na cultura popular.

Apesar de Londrina ainda ser uma cidade muito nova, o cinema local conseguiu estabelecer uma forte identificação com o público londrinense: a cidade sempre foi personagem desses filmes. Rever, portanto, curtas em 16mm de Udihara e Vicentini, sonorizados especialmente para esse evento, oferece um sentimento único: o reencontro com imagens ao mesmo tempo “estranhas”, raras, possivelmente não vistas, e ao mesmo tempo extremamente familiares.

Essa memória afetiva audiovisual foi construída nos mais diversos formatos: 35mm, 16mm, super-8, até a recente conquista do digital. Todos esses formatos são contemplados por essa Mostra, que ao lançar um olhar retrospectivo sobre o cinema local fortalece a preocupação com a memória do audiovisual londrinense e estimula novas produções na cidade.

Mostra Sesc de Cinema – Edição Londrina
De 23 a 27 de Julho de 2014
Curadoria: Rodrigo Grota
Produção: Kinopus

Screen shot 2014-05-04 at 08.46.16

 

Programação Completa

Dia 23, quarta
20h – Londrina Histórica (60 min)
Curtas de Hikoma Udihara restaurados por Caio Julio Cesaro, 1930-1960, 40 min
Londrina 1959, 1959, 20 min, de Orlando Vicentini
Apresentação e Mediação: Rodrigo Grota
Debate: Carlos Eduardo Lourenço Jorge (crítico de cinema) e Tony Hara (historiador)

Dia 24, quinta
14h – Curtas Infanto-Juvenis (52 min)
João Pipoca, 2004, 20 min, de Anderson Craveiro
Os Olhos Não Têm Cerca, 2010, 9 min, Oficinas Kinoarte
Meia Noite Meia, 2011, 14 min, Oficinas Kinoarte
Prova de Coragem, 2013, 9 min, Oficinas Kinoarte

15h30 – Singularidades
Saga Cidade, 2012, 120 min, de Luis Henrique Mioto e Rodrigo Evangelista

20h – Londrina em Película (59 min)
Gênesis, 1983, 18 min, de Vicente José Lorenzo Izquierdo
Cine Paixão, 2001, 13 min, de Sérgio Concílio e Vera Senise
Saudade, 2004, 5 min, de Sérgio Concílio e Vera Senise
Pandora, 2004, 4 min, Invasores da Tela/Mostra Londrina de Cinema
Maria Angélica, 2009, 19 min, de Francelino França
Apresentação e Mediação: Rodrigo Grota
Debate: Guilherme Peraro (produtor), Bruno Gehring (produtor) e Anderson Craveiro (diretor de fotografia)

Dia 25, sexta
14h – Curtas Infanto-Juvenis (52 min)
João Pipoca, 2004, 20 min, de Anderson Craveiro
Os Olhos Não Têm Cerca, 2010, 9 min, Oficinas Kinoarte
Meia Noite Meia, 2011, 14 min, Oficinas Kinoarte
Prova de Coragem, 2013, 9 min, Oficinas Kinoarte

15h30 – Londrina Popular
Retalhos do Chão, do Corpo e do Céu, 2013, 60 min, de Luis Henrique Mioto

20h – Londrina Documental (68 min)
Zé Bento, o amigo de Mário de Andrade, 2003, 13 min, de Luciano Pascoal
Nem todos que estão são, nem todos que são estão, 2005, 5 min, Oficinas Kinoarte
Rotundus, 2005, 5 min, de Luciano Pascoal/Oficinas Kinoarte
Paulo Menten, 2009, 9 min, de Wagner Munhê
Galeria, 2010, 15 min, de Evelyssa Sanches
Mauro Montezuma – Vida e Obra, 2012, 4 min, de Ian e Eik Sorgi
Nanuk, 2013, 17 min, de José Dias Lima
Apresentação e Mediação: Rodrigo Grota
Debate: Ian Sorgi, José Dias Lima, Luciano Pascal e Wagner Munhê

Dia 26, sábado
16h – Curtas Infanto-Juvenis (52 min)
João Pipoca, 2004, 20 min, de Anderson Craveiro
Os Olhos Não Têm Cerca, 2010, 9 min, Oficinas Kinoarte
Meia Noite Meia, 2011, 14 min, Oficinas Kinoarte
Prova de Coragem, 2013, 9 min, Oficinas Kinoarte

18h – Londrina Sombria (58 min)
O Quinto Postulado, 2006, 15 min, de Rodrigo Grota
Venha Ver o Pôr do Sol, 2012, 12 min, Oficinas Kinoarte
Bosque Vermelho, 2013, 8 min, Oficinas Kinoarte/Mostra Londrina de Cinema/Cine Guerrilha
Lucidez, 2013, 8 min, de Miriam Kimura
O Castelo, 2013, 15 min, de Rodrigo Grota
Apresentação e Mediação: Rodrigo Grota
Debate: Carlos Fofaun Fortes, Rafael Ceribelli e Miriam Kimura

20h – Londrina Sonora (48 min)
O Violeiro de Lerroville, 2013, 9 min, de Carlos Fofaun Fortes
California Soul, 2013, 12 min, de Artur Ianckievicz
Jardim Tókio, 2013, 15 min, de Rodrigo Grota
Parque Guanabara, 2013, 12 min, de Guilherme Peraro
Apresentação e Mediação: Rodrigo Grota
Debate: Carlos Fofaun Fortes, Artur Ianckievicz e Guilherme Peraro

Dia 27, domingo
18h – Londrina Contemporânea (50 min)
Londrina em Três Movimentos, 2004, 15 min, de Rodrigo Grota
Sylvia, 2013, 17 min, de Artur Ianckievicz
Rubras Mariposas, 2013, 18 min, de Anderson Craveiro
Apresentação e Mediação: Rodrigo Grota
Debate: Anderson Craveiro e Artur Ianckievicz

20h – Londrina Imaginária (48 min)
Satori Uso, 2007, 17 min, de Rodrigo Grota
Booker Pittman, 2008, 15 min, de Rodrigo Grota
Haruo Ohara, 2010, 16 min, de Rodrigo Grota
Apresentação e Mediação: Rafael Ceribelli
Debate: Rodrigo Grota