Documentário sobre Assalto ao Banestado tem pré-estreia no dia 21/11

O documentário “Isto (não) é um Assalto” (2018, 100 min), uma produção da Kinopus com direção de Rodrigo Grota, terá sua pré-estreia no dia 21/11, quarta-feira, às 20h, na Sala 5 dos Cinemas Lumière, no Royal Plaza Shopping em Londrina. Produzido por Guilherme Peraro, o filme mostra o mais longo sequestro de um grande número de pessoas na história criminal brasileira. No dia 10/12/1987, sete homens invadiram a agência central do maior banco de Londrina, mantendo mais de 300 pessoas como reféns ao longo de sete horas. Do lado de fora, cerca de 5 mil pessoas começaram a gritar a favor dos bandidos contra o governo Sarney. Os assaltantes exigiram 30 milhões de cruzados que foram colhidos de banco em banco. Após horas de negociação, a quadrilha fugiu com um valor aproximado do exigido, levando 14 reféns. Após um semana de fuga, seis dos sete assaltantes foram presos: apenas Barba nunca fora localizado. Trata-se do primeiro dos dois filmes que a Kinopus vai produzir sobre o assalto ocorrido em Londrina em 1987. Este primeiro filme é um documentário; já o segundo, o longa “Isto é um Assalto”, será um filme de ficção.

A ideia para a realização do filme surgiu há 20 anos, revela o diretor Rodrigo Grota: “Em 1998, quando era estudante de Jornalismo na UEL, conheci o Paulo Ubiratan, que já era uma espécie de lenda do jornalismo local. Ele me contou do Assalto, de todas as suas contradições e singularidades. Sabendo que eu gostava de cinema, ele me disse: ‘Guri, um dia você tem que fazer um filme sobre esse assalto'”. Durante o Assalto, o jornalista Paulo Ubiratan entrou na agência e iniciou uma negociação para liberação de reféns. O repórter ainda foi um dos 14 reféns que foram levados pelos assaltantes na fuga pela estrada para São Paulo.

Em 2012, dois anos após o falecimento de Paulo Ubiratan, Grota retomou o projeto: “A ideia inicial era fazer um longa de ficção. Para fazer o longa, teríamos de fazer uma extensa pesquisa. Daí naturalmente concluímos que valia a pena produzirmos um documentário antes de mergulharmos na versão ficcional”. Com pesquisa de Roberta Takamatsu, assistência de direção dos jornalistas Lucas Pullin e Rafael Ceribelli, e assistência de produção de João Mussato e Renata Cabrera, a equipe entrevistou mais de 50 pessoas relacionados a esse episódio histórico. “A nossa ideia era apresentar o episódio sob o ponto de vista dos assaltantes, dos reféns, dos policiais, da imprensa e da população, criando um mosaico amplo e variado deste que é um dos episódios mais importantes da história da cidade”, avalia Guilherme Peraro, que além de produtor, também é co-diretor de fotografia do filme, ao lado de Grota.

Entre as entrevistas, destaque para os escritores Domingos Pellegrini Jr. e Rogério Ivano, os jornalistas José Maschio, Nicéia Lopes e Raquel Rodrigues, os policiais Paulo Magalhães, Pedro Marcondes, Wanderci Corral Fernandes, os gerentes do Banestado José Cotello e Walter Rosa, os familiares do jornalista Paulo Ubiratan: Tânia Prado (viúva) e Bruno Ubiratan (filho), além de inúmeras vítimas do Assalto que narram a história a partir do seu ponto de vista. A pesquisa se iniciou em 2015 – as primeiras entrevistas foram realizadas em 2016. Entre 2017 e 2018, foram concluídas as etapas de entrevistas e pesquisa por material de arquivo: “Tivemos dificuldade em encontrar imagens de arquivos do final dos anos 1980 de Londrina. Curiosamente temos hoje mais imagens restauradas e acessíveis dos anos 1950 e 1960 do que dos anos 1970 e 1980 em Londrina. Nesse sentido, foram essenciais as parcerias com alguns veículos de comunicação da cidade – conseguimos amplo material de arquivo do Assalto na RPC TV Londrina (afiliada da TV Globo), da Folha de Londrina, e das rádios Paiquerê e CBN Londrina. Utilizamos também acervo que já havia sido restaurado pela Kinopus em projetos anteriores, e o acervo de fotógrafos como Christian Steagall-Condé e Milton Doria”, explica o produtor Guilherme Peraro.

Outro destaque do filme é uma entrevista inédita com Moreno, o líder dos assaltantes. Preso em 1987, ele raramente comentou o episódio com a imprensa, o que motivou muitas especulações sobre a motivação do Assalto. Após uma negociação de 6 meses, Moreno aceitou conversar com a produção do filme, mas com uma restrição: não queria gravar uma entrevista para a câmera – a entrevista seria apenas com um gravador. Ao longa da conversa de mais de 4 horas, Moreno comenta a sua infância, a passagem por um orfanato, o início no mundo do crime, e os bastidores dos principais momentos do Assalto.



Isto (não) é um Assalto” é o segundo longa-metragem da produtora Kinopus, que também está distribuindo o filme. Na equipe do documentário, alguns parceiros habituais da produtora, como o músico Rodrigo Guedes, das bandas Grenade e Killing Chainsaw – ele criou 13 músicas específicas para o filme com a colaboração de Adauto Mang, do Mudcracks. O cartaz do filme foi criado pelo trio de designers Guilherme Gerais, Marcus Bellaver e Pablo Blanco. A direção de arte é de Guilherme de Martino. A edição das entrevistas é de Flávia Fodra, que contou com assistência de montagem de João Vítor Moreno. O filme ainda conta com Som Direto de Bruno Bergamo, Pós-Produção de Som de Felipy Andrade & Otávio Santos (Overdub), DCP de William Biagioli, e Pós-Produção de Imagem de Guilherme Delamuta.

// FICHA TÉCNICA

Sinopse
No dia 10/12/1987, sete homens invadiram a agência central do maior banco de Londrina, mantendo mais de 300 pessoas como reféns ao longo de 7 horas. Do lado de fora, 5 mil pessoas começaram a gritar a favor dos bandidos contra o governo Sarney. Trata-se do sequestro mais longo de um grande número de pessoas no Brasil. Os bandidos exigiram 30 milhões de cruzados que foram colhidos de banco em banco. Após horas de negociação, a quadrilha fugiu com um valor aproximado do exigido, levando 14 reféns. O filme apresenta o assalto sob o ponto de vista dos assaltantes, dos reféns, dos policiais, da imprensa e da população.

Entrevistados
Ana Paula Nascimento, Aníbal Vieira da Cruz, Bruno Ubiratan, Carlos Júnior Scarpelin, Célia Honjo, Christian Steagall-Condé, Delvair Dias de Camargo, Domingos Pellegrini, Edeval Moreno Milan, Edson Holtz, Edson Ribeiro Lopes, Elisângela da Silva Harber, Fábio Cavazotti, Jorge Natsuaki, José Cotello, José Maschio, Josoé de Carvalho, Jurandir Gonçalves André, Loriane Comelli, Luiz Augusto dos Santos (Borracha), Marcelino Barbosa, Márcia Borges, Margarida das Graças Silva, Maria Helena Nogueira de Lucas, Marilice Camargo Machado, Marlene de Camargo Machado, Maurício Kalau Gonzales, Maurício Sanches, Milton Doria, Moreno, Nicéia Lopes, Paulo Magalhães, Pedro Garcia Lopes, Pedro Marcondes, Pedro Roberto Ferreira, Raquel Rodrigues, Ricardo Spinosa, Rogério Ivano, Sônia Andrade,Tânia Prado, Teresinha Cecília de Andrade Rosa, Valdecir Saturnino Flor, Valdir Donizeti, Vera Faria de Oliveira, Walter Rosa, Wanderci Corral Fernandes, Wilton Antunes Ramos, e Yolanda Kameo.


Equipe

Direção, Roteiro e Montagem: Rodrigo Grota
Produção e Direção de Fotografia: Guilherme Peraro
Pesquisa: Roberta Takamatsu
Trilha Sonora: Rodrigo Guedes
Colaboração na Trilha Sonora: Adauto Mang
Direção de Arte: Guilherme de Martino
Edição: Flávia Fodra
Edição de Som e Mixagem: Felipy Andrade & Otávio Santos
Som Direto: Bruno Bergamo
Assistentes de Direção: Lucas Pullin e Rafael Ceribelli
Assistente de Pesquisa: João Mussato e Renata Cabrera
Assistente de Montagem: João Vítor Moreno
Secretária de Produção (Kinopus): Rafaela Pifer
Cartaz & Lettering: Guilherme Gerais, Marcus Bellaver & Pablo Blanco
Pós-Produção de Imagem: Guilherme Delamuta
DCP: William Biagioli
Produção: Kinopus
Patrocínio: Prefeitura de Londrina via Promic – Programa Municipal de Incentivo à Cultura

Mais informações
https://www.facebook.com/assaltoaobanestado/

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s