Inscrições até 21 de maio para o Núcleo de Roteiro do Sesi em Londrina

As inscrições para o Núcleo de Dramaturgia Audiovisual do Sesi Londrina prosseguem até este domingo, dia 21 de maio. Criado em 2013, o Núcleo tem como objetivo promover a descoberta e o desenvolvimento de novos roteiristas para Cinema e TV, além do aperfeiçoamento e reciclagem de roteiristas não iniciantes. Em Londrina, o Núcleo de Dramaturgia terá a duração de 6 meses (de 21 de junho a 2 de dezembro) em encontros quinzenais às quartas-feiras das 18h30 às 21h30 – as aulas serão ministradas pelo diretor e roteirista Rodrigo Grota.

Para realizar a sua inscrição, os interessados devem enviar uma Ficha de inscrição com os seus dados completos, além de uma Carta de intenção, na qual deve-se apresentar a motivação para participar do curso, além da descrição de um projeto ou pesquisa em andamento em até 3 páginas. As vagas são limitadas – aos selecionados será cobrada uma taxa única de matrícula no valor de R$ 60,00 que será paga através de boleto bancário.

Link para Inscrição:
http://www.sesipr.org.br/cultura/FreeComponent14094content251220.shtml

Metodologia
Todas as atividades serão realizadas no Centro Cultural Sesi/AML, localizado na Rua Primeiro de Maio, 110 – em frente à Concha Acústica, Centro, em Londrina. As aulas serão expositivas e interativas, com apresentação de conceitos teóricos e técnicos, além da aplicação e revisão de exercícios práticos. Para os alunos iniciantes, o objetivo será desenvolver um roteiro de curta-metragem. Os alunos que já participaram em outras edições do Núcleo poderão desenvolver um argumento para longa-metragem ou um projeto para série de TV.

Cronograma de Aulas
Aula 1 – Conceitos do roteiro para Cinema: aspectos de linguagem e técnica;
Aula 2 – Criando personagens: características, conflitos e universo temático;
Aula 3 – Desenvolvendo tramas: sinopse, story line e escaletas;
Aula 4 – Estruturando o roteiro: gênero dramático e gênero cinematográfico;
Aula 5 – Narrativas não-tradicionais: cinema documental e cinema moderno;
Aula 6 – Narrativas experimentais: cinema contemporâneo e cinema de poesia;
Aula 7 – Discussão dos roteiros produzidos pelos alunos;
Aula 8 – Discussão dos roteiros produzidos pelos alunos;
Aula 9 – Discussão dos roteiros produzidos pelos alunos;
Aula 10 – Discussão dos roteiros produzidos pelos alunos;
Aula 11 – Discussão dos roteiros produzidos pelos alunos;
Pitching – Apresentação de 10 trabalhos para uma comissão composta por 2 avaliadores externos: Guilherme Peraro (produtor) e Rafael Ceribelli (roteirista).

Sobre o Orientador do Núcleo
Rodrigo Grota é cineasta e sócio da produtora Kinopus. Dirigiu 12 filmes, conquistando mais de 50 prêmios entre festivais nacionais e internacionais, incluindo 13 premiações apenas no Festival de Gramado. Entre os seus filmes, destaque para a Trilogia do Esquecimento (Satori Uso, Booker Pittman, Haruo Ohara), série lançada em DVD e Blu-Ray e que em 2014 foi exibida em Sessão Especial na Cinemateca Francesa. Formado em Comunicação Social – Jornalismo, é Especialista em Filosofia Moderna e Contemporânea, Mestre e Doutorando em Estudos Literários – cursos realizados na Universidade Estadual de Londrina. Seus filmes foram exibidos em 12 países (EUA, França, Japão, Inglaterra, Canadá, Rússia, México, Portugal, Espanha, Polônia, Grécia e Índia), em variados canais de TV (Universal Channel, ESPN, Canal Brasil, TV Cultura, TV Brasil, Canal Curta, TV5 Monde, Rede Globo), além de serem analisados em estudos acadêmicos, incluindo uma publicação da Universidade de Cambridge, na Inglaterra. Como professor, ministrou as disciplinas de Direção, Roteiro, Montagem, Interpretação para Cinema e História do Cinema em Oficinas e Cursos de Graduação e Pós-Graduação. Foi também professor de Direção, Roteiro e Montagem em Oficinas Práticas de Curta-Metragem, resultando na produção de mais de 20 curtas em 4 estados: SP, PR, BA e SE. Professor do Núcleo de Dramaturgia Audiovisual do Sesi-PR em 2014 e 2015. O seu primeiro longa, Leste Oeste, estreou em maio de 2016 conquistando dois prêmios no Cine PE (Melhor Ator e Melhor Atriz) – o filme também foi premiado nos EUA (Best Narrative Feature no Erie International Film Festival). 

Dúvidas e Esclarecimentos
Mais informações sobre o Núcleo de Dramaturgia Audiovisual em Londrina podem ser obtidas pelo telefone (43) 3322-3231 com Laura Lopes Vicente ou pelo e-mail nucleocinema@sesipr.org.br.

Advertisements

Últimas vagas para Oficina de Roteiro com Doc Comparato em Londrina

Restam poucas vagas para a Oficina de Roteiro com Doc Comparato em Londrina. Fruto de uma parceria entre a produtora Kinopus e a Aliança Francesa do Norte do Paraná, será realizada em Londrina – entre os dias 22 e 26 de maio – a oficina Da Criação ao Roteiro com o premiado roteirista, escritor e dramaturgo Doc Comparato.

Em quase 40 anos de carreira, Doc é considerado um dos maiores expoentes do roteiro brasileiro para cinema e televisão. Ganhador de prêmios nacionais e internacionais pelas suas obras, em sua produção televisiva constam trabalhos como “Malu Mulher”, “O Tempo e o Vento”, “Plantão de Polícia” e “Mutantes – Caminhos do Coração”. Em cinema, Doc assina o roteiro de diversos filmes; entre eles “O Beijo no Asfalto” (1980), “O Cangaceiro Trapalhão” (1983) e “Encontros Imperfeitos” (1993).

Doc é fundador da Casa de Criação da Rede Globo e ganhador da medalha de ouro do New York Films and Television Festival.  Em sua carreira acadêmica e de script doctoring, publicou dois dos mais famosos manuais para roteiristas no Brasil – os livros “Roteiro” e “Da Criação ao Roteiro – Teoria e Prática”, ambos sucessos de venda e publicados internacionalmente. Doc também foi professor de Roteiro na Escola de Cinema de Berlim.

“É uma honra e um prazer imenso receber o Doc por aqui. Ele é um talento reconhecido nacionalmente e uma oportunidade de aprendizado para todos os roteiristas locais”, afirma Guilherme Peraro, sócio-proprietário da Kinopus Audiovisual. “Trazer o workshop do Doc para Londrina faz parte de uma iniciativa para incentivar a cultura audiovisual da cidade”, completa.

Oficinas Kinopus
A Oficina de Doc Comparato integra o projeto Oficinas Kinopus, uma iniciativa da produtora Kinopus com o objetivo de contribuir para a formação de profissionais para o Audiovisual fora do eixo das grandes capitais. Criado em 2015, o projeto já promoveu Oficinas Práticas de Curta-Metragem em Londrina, Jundiaí e São José do Rio Preto, além de Oficinas de Interpretação para Cinema (Londrina, Marília, Cambuquira) e Oficina de Roteiro para Série de TV (Londrina). Para 2017, já estão abertas as inscrições para o curso Qualidade na Captação Cinematográfica Digital, com o Diretor de Fotografia Carlos Ebert, ABC.

Da Criação ao Roteiro, com Doc Comparato
Quando – 22 a 26 de maio, das 19h às 22h
Quanto – A inscrição tem o valor de R$400
Onde – Aliança Francesa de Londrina (Rua Antonio Moraes de Barros, 44)
Mais informações pelo telefone (43) 3324 7508

Estação Londrina promove lançamento de livro sobre Games do canadense Tamer Thabet

A sétima edição do projeto Estação Londrina irá contar com o lançamento do livro Game Studies All Over The Place – Videogames and Gamer Identities, do professor e pesquisador canadense Tamer Thabet, uma publicação da Eduel (Editora da Universidade Estadual de Londrina). O lançamento será realizado no Museu Histórico de Londrina no dia 26 de maio, a partir das 19h. Thabet irá comentar os aspectos teóricos da obra em lançamento – a entrada é franca. O livro estará à venda por um valor promocional: R$ 15,00.

Criado em 2016 sob a coordenação do professor e pesquisador Frederico Fernandes (Letras/UEL), Estação Londrina é um projeto de extensão da UEL, conta com recursos da CNPq, e tem como objetivo promover e discutir a produção cultural da cidade. De 2016 pra cá já foram realizados seis encontros, discutindo temas relacionados à história, política, economia, cinema, fotografia e música de Londrina. Entre os convidados, participaram do projeto os jornalistas Tony Hara, Patrícia Zanin e Fábio Cavazotti, além dos fotógrafos Saulo Haruo Ohara e Guilherme Gerais, do cineasta Caio Júlio Cesaro, entre outros nomes da cultura local. A oitava edição do projeto será realizada no dia 7 de junho, a partir das 19h, na Biblioteca Pública de Londrina, com a presença das escritoras que integram o coletivo VERSA.

Sobre o livro
Este livro é sobre as três identidades do videogame, do jogador, e dos estudos de Game. Não há verdades definitivas, mas discursos e construções; Idéias, ações, crenças e práticas relacionadas aos videogames são discursos que fundem e moldam nossa percepção de videogames como uma área de estudo do seu próprio domínio. Tais respostas discursivas se encontram e se chocam criando o que chamamos verdades, que são temporárias e negociáveis.

Sobre Tamer Thabet
Possui graduação em literatura Inglesa na Al-Azhar University (1999), mestrado em American Studies na University of Antwerp (2006) e doutorado em Literature Studies na Universidade de Antuérpia – Bélgica (2011). Pós doutorado em Estudos Literários na UNEMAT – Universidade do Estado do Mato Grosso. Especializado em Teoria da Literatura, atuando principalmente nos Jogos digitais e literatura. Professor contratado e pesquisador na Brock University, no Canadá de 2008 a 2013. Professor visitante na UEL – Universidade Estadual de Londrina durante o ano de 2013. Professor efetivo na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM no Curso de Letras.

Últimos dias para se inscrever no Núcleo de Dramaturgia Audiovisual do Sesi

As inscrições para o Núcleo de Dramaturgia Audiovisual do Sesi Londrina prosseguem até o próximo domingo, dia 21 de maio. Criado em 2013, o Núcleo tem como objetivo promover a descoberta e o desenvolvimento de novos roteiristas para Cinema e TV, além do aperfeiçoamento e reciclagem de roteiristas não iniciantes. Em Londrina, o Núcleo de Dramaturgia terá a duração de 6 meses (de 21 de junho a 2 de dezembro) em encontros quinzenais às quartas-feiras das 18h30 às 21h30 – as aulas serão ministradas pelo diretor e roteirista Rodrigo Grota.

Para realizar a sua inscrição, os interessados devem enviar uma Ficha de inscrição com os seus dados completos, além de uma Carta de intenção, na qual deve-se apresentar a motivação para participar do curso, além da descrição de um projeto ou pesquisa em andamento em até 3 páginas. As vagas são limitadas – aos selecionados será cobrada uma taxa única de matrícula no valor de R$ 60,00 que será paga através de boleto bancário.

Link para Inscrição:
http://www.sesipr.org.br/cultura/FreeComponent14094content251220.shtml

Metodologia
Todas as atividades serão realizadas no Centro Cultural Sesi/AML, localizado na Rua Primeiro de Maio, 110 – em frente à Concha Acústica, Centro, em Londrina. As aulas serão expositivas e interativas, com apresentação de conceitos teóricos e técnicos, além da aplicação e revisão de exercícios práticos. Para os alunos iniciantes, o objetivo será desenvolver um roteiro de curta-metragem. Os alunos que já participaram em outras edições do Núcleo poderão desenvolver um argumento para longa-metragem ou um projeto para série de TV.

Cronograma de Aulas
Aula 1 – Conceitos do roteiro para Cinema: aspectos de linguagem e técnica;
Aula 2 – Criando personagens: características, conflitos e universo temático;
Aula 3 – Desenvolvendo tramas: sinopse, story line e escaletas;
Aula 4 – Estruturando o roteiro: gênero dramático e gênero cinematográfico;
Aula 5 – Narrativas não-tradicionais: cinema documental e cinema moderno;
Aula 6 – Narrativas experimentais: cinema contemporâneo e cinema de poesia;
Aula 7 – Discussão dos roteiros produzidos pelos alunos;
Aula 8 – Discussão dos roteiros produzidos pelos alunos;
Aula 9 – Discussão dos roteiros produzidos pelos alunos;
Aula 10 – Discussão dos roteiros produzidos pelos alunos;
Aula 11 – Discussão dos roteiros produzidos pelos alunos;
Pitching – Apresentação de 10 trabalhos para uma comissão composta por 2 avaliadores externos: Guilherme Peraro (produtor) e Rafael Ceribelli (roteirista).

Sobre o Orientador do Núcleo
Rodrigo Grota é cineasta e sócio da produtora Kinopus. Dirigiu 12 filmes, conquistando mais de 50 prêmios entre festivais nacionais e internacionais, incluindo 13 premiações apenas no Festival de Gramado. Entre os seus filmes, destaque para a Trilogia do Esquecimento (Satori Uso, Booker Pittman, Haruo Ohara), série lançada em DVD e Blu-Ray e que em 2014 foi exibida em Sessão Especial na Cinemateca Francesa. Formado em Comunicação Social – Jornalismo, é Especialista em Filosofia Moderna e Contemporânea, Mestre e Doutorando em Estudos Literários – cursos realizados na Universidade Estadual de Londrina. Seus filmes foram exibidos em 11 países (EUA, França, Japão, Inglaterra, Canadá, Rússia, México, Portugal, Espanha, Polônia e Índia), em variados canais de TV (Universal Channel, ESPN, Canal Brasil, TV Cultura, TV Brasil, Canal Curta, TV5 Monde, Rede Globo), além de serem analisados em estudos acadêmicos, incluindo uma publicação da Universidade de Cambridge, na Inglaterra. Como professor, ministrou as disciplinas de Direção, Roteiro, Montagem, Interpretação para Cinema e História do Cinema em Oficinas e Cursos de Graduação e Pós-Graduação. Foi também professor de Direção, Roteiro e Montagem em Oficinas Práticas de Curta-Metragem, resultando na produção de mais de 20 curtas em 4 estados: SP, PR, BA e SE. Professor do Núcleo de Dramaturgia Audiovisual do Sesi-PR em 2014 e 2015. O seu primeiro longa, Leste Oeste, estreou em maio de 2016 conquistando dois prêmios no Cine PE (Melhor Ator e Melhor Atriz) – o filme também foi premiado nos EUA (Best Narrative Feature no Erie International Film Festival). 

Dúvidas e Esclarecimentos
Mais informações sobre o Núcleo de Dramaturgia Audiovisual em Londrina podem ser obtidas pelo telefone (43) 3322-3231 ou pelo e-mail nucleocinema@sesipr.org.br.

Inscrições abertas para Oficina com o diretor de fotografia Carlos Ebert, ABC

A Aliança Francesa do Norte do Paraná, em parceria com a produtora Kinopus, promove o curso Qualidade na Captação Cinematográfica Digital, com o Diretor de Fotografia Carlos Ebert, ABC, em Londrina, entre os dias 6 e 10 de junho. A Oficina conta com 18 horas de duração, tem vagas limitadas, e será realizada entre terça e sexta (das 18h30 às 21h30); e sábado, entre 9h e 12h e entre 14h e 17h, no estúdio da produtora NT Vídeo (Rua Raja Gabaglia, 374, Jardim Quebec). As inscrições devem ser feitas na Aliança Francesa de Londrina (Rua Antonio Moraes de Barros, 44). Mais informações pelo telefone (43) 3324-7508.

Sobre o curso
O curso aborda Cinco tópicos da Captação DigitalResolução Espacial; Latitude e Resolução Radiométrica; Resolução Espectral; Resolução Temporal; e Compressão e Codecs. Esses tópicos quando entendidos conceitualmente e postos em prática em exercícios de captação permitem ao cameraman um resultado ótimo em qualquer situação. Cada tópico aborda os seguintes itens:

1) Resolução Espacial: Acuidade visual, teste de Snellen, função de transferência de modulação (MTF), transformações da MTF nas várias etapas da captação da imagem da objetiva à exibição. MTF e a percepção/cognição visual humana. As  descobertas de Otto Shade e a teoria unificada de análise e especificação da imagem. Analisando objetivas e sensores. Número de pixels e espaçamento entre pixels na resolução espacial de um sensor. CCDs X CMOSs. Conselhos práticos para a preservação da MTF na imagem final. 

2) Latitude e Resolução radiométrica: Nossa capacidade de perceber contrastes de luminância comparada à das câmeras. Conceito de curva de resposta à exposição. As três regiões da curva: altas médias e baixas luzes. Sistema binário de representação da informação. Rudimentos de aritmética binária. Bytes e bits. Profundidade de bit. A representação em 8 bits (256 níveis). Linear X logarítmico. Ajustando a latitude da câmera para cada uma das três regiões (altas, médias e baixas luzes).

3) Resolução espectral: O espectro da luz visível. Interações da luz com a matéria. O que é cor percebida? Sistema de cor aditivo (luz) e subtrativo (pigmento). O espaço de cor que percebemos X o espaço de cor captado pela câmera. Cores permitidas e cores ilegais. Representação da informação de cor nas câmeras digitais. Profundidade de bit e a captação e reprodução das cores. 3 sensores X 1 sensor com malha de Bayer. Formação da matriz de cor nas câmeras. Matrizes pré-setadas. Construindo uma matriz de cor. Alterações de saturação, temperatura de cor e hue nas câmeras.

4) Resolução Temporal: Como percebemos as imagens em movimento. Decomposição e recomposição do movimento em sequencias de imagens estáticas. Persistência retiniana, efeito Phi e fenômeno beta. Cadencias em vídeo. Alterações de cadência (camera rápida e camera lenta).

5) Compressão e Codecs: Volume de informação digital X processamento X armazenamento. O entrelaçamento como a primeira compressão temporal no vídeo. Informação RAW (4:4:4). Sub-amostragem de cor nos sistemas de vídeo digital (4:2:2, 4:2:0, 4:1:1 etc). A necessidade de compressão para viabilizar os formatos de captação em vídeo. Compressão com e sem perda de informação visual. Codecs baseados em DCT e em wavelets. Codecs intermediários para edição de video.

Sobre Carlos Ebert
Nascido a 26 de novembro de 1946 no Rio de Janeiro, Carlos Alberto de Azambuja Ebert teve a sua primeira experiência no set aos 20 anos como Fotógrafo de Still. Dois anos mais tarde Iniciou seu trabalho como Diretor de Fotografia para Cinema e Operador de Câmera no clássico O Bandido da Luz Vermelha (1968), de Rogério Sganzerla. Ebert também fotografou os longas Viagem ao Fim do Mundo (1969), de Fernando Campos (premiado em Locarno), Prata Palomares (1971), de André Faria (exibido em Cannes), O Rei da Vela (1983), de José Celso Martinez Correa; e mais recentemente os longas documentais Fé (1997) e Um Homem de Moral (2008), de Ricardo Dias, entre outros. Com os curtas Satori Uso (2007), Booker Pittman (2008) e Haruo Ohara (2010), de Rodrigo Grota, conquistou 3 Prêmios ABC de Melhor Fotografia. No Festival de Gramado, conquistou o Kikito de Melhor Fotografia com os curtas Carolina (2003), Satori Uso (2007) e Haruo Ohara (2010). Também dirigiu o longa-metragem República da Traição (1970).  Além de ministrar cursos, oficinas e palestras, Ebert também atua como consultor técnico, é Membro Fundador e Moderador da Lista da Associação Brasileira de Cinematografia, ABC; e desde 2010 retomou o cargo de Conselheiro da Cinemateca Brasileira. 

Qualidade na Captação Cinematográfica Digital, com Carlos Ebert
Quando – 6 a 10 de junho
Quanto – A inscrição tem o valor de R$400
Onde se inscrever – Aliança Francesa de Londrina (Rua Antonio Moraes de Barros, 44)
Onde será o curso – NT Vídeo (Rua Raja Gabaglia, 374, Jardim Quebec, em Londrina)
Mais informações pelo telefone (43) 3324-7508
Realização: Aliança Francesa do Norte do Paraná
Apoio: Kinopus
Apoio Cultural: NT Vídeo

Sessão Kinopus exibe As Mil e uma Noites Volume 3, de Miguel Gomes

O cineclube da produtora Kinopus vai exibir no próximo dia 23 de maio, a partir das 19h o filme As Mil e Uma Noites (filme) Volume 3 – O Encantado (2015, 125 min), do realizador português Miguel Gomes. A sessão será realizada no Centro Cultural Sesi – Associação Médica De Londrina (Praça 1º de Maio, 130, Centro – em frente à Concha Acústica) e conta com entrada franca. Após a sessão haverá um bate-papo informal sobre o filme com a mediação do cineasta Rodrigo Grota. O filme tem classificação indicativa não apropriada para menores de 16 anos. 

Para quem não conseguiu assistir ao Volume 1 e 2, será exibida nesse dia a Trilogia em sua versão integral: As Mil e Uma Noites Volume 1 – O Inquieto (125 min) a partir das 14h; e As Mil e uma Noites Volume 2 – O Desolado (131 min) a partir das 16h30.

Sobre a Trilogia
Num País Europeu em crise, Portugal, um realizador propõe-se a construir ficções a partir da miserável realidade onde está inserido. Mas incapaz de descobrir um sentido para o seu trabalho, foge cobardemente, dando o seu lugar à bela Xerazade. Ela precisará de ânimo e coragem para não aborrecer o Rei com as tristes histórias desse país! Com o passar das noites, a inquietude dá lugar à desolação e a desolação ao encantamento. Por isso Xerazade organiza as histórias que conta ao Rei em três volumes. Começa assim: “Oh venturoso Rei, fui sabedora de que num triste país entre os países…”

Sobre o Volume 3 – O Encantado
No qual Xerazade duvida que ainda consiga contar histórias que agradem ao Rei, dado que o que tem para contar pesa três mil toneladas. Por isso foge do palácio e percorre o Reino em busca de prazer e encantamento. O seu pai, o Grão-Vizir marca encontro com ela na roda gigante, e Xerazade retoma a narração: “Oh venturoso Rei, fui sabedora que em antigos bairros de lata de Lisboa, existia uma comunidade de homens enfeitiçados que, com rigor e paixão, se dedicava a ensinar pássaros a cantar…”.
E vendo despontar a manhã, Xerazade calou-se.

Sobre o realizador Miguel Gomes
Miguel Gomes nasce em Lisboa, em 1972. Estuda na Escola Superior de Teatro e Cinema e trabalha como crítico de cinema entre 1996 e 2000. Realiza várias curtas e estreia-se na realização de longa-metragem com A CARAQUE MERECES (2004).  AQUELE QUERIDO MÊS DE AGOSTO (2008) e TABU (2012) vêm confirmar o seu sucesso e projecção internacional. TABU estreia em cerca de 50 países e vence mais de uma dezena de prémios. Retrospectivas da sua obra tiveram lugar na Viennale, BAFICI, Turim, Alemanha e EUA. AS MIL E UMA NOITES, um filme em três volumes, estreia na edição de 2015 da Quinzena dos Realizadores.

Sobre a SK
Criada em 2015, a Sessão Kinopus é uma iniciativa da produtora Kinopus Audiovisual em parceria com o Sesi Cultura Paraná e tem como objetivo trazer a Londrina filmes que não chegaram ao circuito comercial da cidade. As sessões são sempre gratuitas e acompanhadas por um debate. A curadoria é dos cineastas Guilherme Peraro e Rodrigo Grota.

Inscrições abertas para Oficina de Roteiro com Doc Comparato

Fruto de uma parceria entre a produtora Kinopus e a Aliança Francesa do Norte do Paraná, será realizada em Londrina – entre os dias 22 e 26 de maio – a oficina Da Criação ao Roteiro com o premiado roteirista, escritor e dramaturgo Doc Comparato.

Com mais de 35 anos de carreira, Doc é considerado um dos maiores expoentes do roteiro brasileiro para cinema e televisão. Ganhador de prêmios nacionais e internacionais pelas suas obras, em sua produção televisiva constam trabalhos como “Malu Mulher”, “O Tempo e o Vento”, “Plantão de Polícia” e “Mutantes – Caminhos do Coração”. Em cinema, Doc assina o roteiro de diversos filmes; entre eles “O Beijo no Asfalto” (1980), “O Cangaceiro Trapalhão” (1983) e “Encontros Imperfeitos” (1993).

Doc é fundador da Casa de Criação da Rede Globo e ganhador da medalha de ouro do New York Films and Television Festival.  Em sua carreira acadêmica e de script doctoring, publicou dois dos mais famosos manuais para roteiristas no Brasil – os livros “Roteiro” e “Da Criação ao Roteiro – Teoria e Prática”, ambos sucessos de venda e publicados internacionalmente. Doc também foi professor de Roteiro na Escola de Cinema de Berlim.

“É uma honra e um prazer imenso receber o Doc por aqui. Ele é um talento reconhecido nacionalmente e uma oportunidade de aprendizado para todos os roteiristas locais”, afirma Guilherme Peraro, sócio-proprietário da Kinopus Audiovisual. “Trazer o workshop do Doc para Londrina faz parte de uma iniciativa para incentivar a cultura audiovisual da cidade”, completa. 

Da Criação ao Roteiro, com Doc Comparato
Quando – 22 a 26 de maio, das 19h às 22h
Quanto – A inscrição tem o valor de R$400
Onde – Aliança Francesa de Londrina (Rua Antonio Moraes de Barros, 44)
Mais informações pelo telefone (43) 3324-7508