Curta londrinense na Cinemateca Francesa

tonacci7

O documentário Andrea Tonacci, com direção de Rodrigo Grota e produção da Kinopus Audiovisual, será exibido no dia 29 de abril pela Cinemateca Francesa em uma Retrospectiva dedicada ao Cinema Brasileiro. Produzido originalmente para o programa Retratos Brasileiros do Canal Brasil, o filme traz observações de Tonacci sobre os seus filmes, incluindo projetos menos conhecidos e obras inacabadas do autor de clássicos do Cinema Brasileiro como os filmes Bang Bang e Serras da Desordem, que também serão exibidos em Paris. A retrospectiva dedicada ao Cinema Brasileiro tem curadoria do cineasta e crítico francês Bernard Payen.

Nascido em 1944 na Itália, Tonacci veio cedo para o Brasil e começou a produzir os seus primeiros filmes no final dos anos 1960, integrando um grupo formado por cineastas como Rogério Sganzerla e Luiz Rosemberg Filho, entre outros. Produzido ao longo de dois anos por três produtoras de Londrina (Kinopus, Kinoarte e Filmes do Leste), o filme de 26 minutos estreou no Canal Brasil em agosto de 2013 e logo depois no Festival Kinoarte de Cinema – 15ª Edicão Londrina. Desde então o documentário foi exibido na 6ª Mostra Marília de Cinema, no 9º CineOp – Mostra de Cinema de Ouro Preto, no Festival do Rio 2014, além do Cine Vitrine Independente, em São Paulo.

Com roteiro, direção e montagem de Rodrigo Grota, o filme Andrea Tonacci conta com pesquisas de Roberta Takamatsu, produção de Argel Medeiros, Bruno Gehring e Guilherme Peraro, direção de fotografia de Guilherme Gerais, direção de arte de Felipe Augusto, assistência de direção de Artur Ianckievicz, e som direto de Bruno Bergamo. Essa não é a primeira vez que um filme londrinense é exibido na Cinemateca Francesa – em maio do ano passado os curtas que integram a Trilogia do Esquecimento (Satori Uso, Booker Pittman, Haruo Ohara) foram apresentados na sessão Cinéma de Poche.

Advertisements